---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Vigilância Epidemiológica investiga morte de macaco-prego em Abelardo Luz

Publicado em 11/03/2020 às 08:59 - Atualizado em 11/03/2020 às 09:00

Um macaco-prego foi encontrado morto, na manhã da última sexta-feira (6), no interior de Abelardo Luz. O animal foi localizado por um morador em uma propriedade rural na comunidade de Passo da Antas.

 

Segundo o Setor de Vigilância Epidemiológica de Abelardo Luz o primata estava próximo de uma área de mata e não apresentava sinal de agressão ou ferimentos. Por este motivo foi chamada a Coordenadoria Regional de Saúde em Xanxerê que retirou amostra do animal para análise em laboratório.

 

O objetivo é buscar descobrir se a morte tenha sido causada por febre amarela. A coleta feita no animal foi enviada a Florianópolis e o resultado deve sair em até 40 dias.

 

"Trata-se do primeiro caso de epizotia de macaco registrado no município. Por isso, foi feita a coleta de vísceras para análise. Esta ação visa fazer o diagnóstico da febre amarela em animais porque pode sinalizar a presença do vírus na comunidade", explicou a responsável pelo setor de Vigilância Epidemiológica, Rosane Ribeiro.

 

Vacina

 

A febre amarela é transmitida por mosquitos e não pelos macacos. Quando um animal morre por causa da doença, existe a indicação de que na região existem insetos infectados com o vírus. Por isso, os exames são feitos e os cuidados devem ser redobrados.

 

Febre Amarela

 

A vigilância epidemiológica ressaltou que toda a morte de macaco deve ser comunicada à Secretaria de Saúde que tomará as providências necessárias. Como medida de prevenção toda vizinhança do local onde o animal estava foi orientada a procurar as unidades de Saúde para tomar a vacina contra a febre amarela.

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA